Você está aqui: Home » Blogs » O corpo

O corpo

O corpo  Tenho em minha casa, num corredor que dá acesso ao meu quarto, um espelho de parede inteira. Este espelho foi uma exigência de minhas filhas na época em que eram adolescentes, para que elas conseguissem visualizar tudo nelas mesmo, principalmente quando estavam se arrumando para ir a alguma festa mais especial.

Tenho um hábito desde menino, que só é possível quando estou sozinho em casa. Este hábito é de andar completamente nu, sem qualquer incômodo ou calçado. Esta preferência é desfrutada por mim como uma sensação de liberdade e ocorre basicamente à noite, pois nada mais tem a ser feito, não vai chegar ninguém e, no máximo, a minha mulher vai circular por aí.

Um dia desses passava pela frente do espelho com a luz do corredor acesa, coisa que nunca acontece, e olhei para o espelho. Nossa! Que susto! Não havia percebido que a coisa já estava desse jeito! Por nunca olhar direito, e quando olhava estava sem os óculos, não tinha percebido como tudo era diferente.

Ao rever meu corpo, de alto a baixo, coisa que há muito tempo não o fazia, dei-me conta como nos limitamos a ele e como guardamos apego a este pedaço de nós que é perceptível aos sentidos mas que, na verdade, é um simples invólucro de algo bem maior, o que realmente somos.

As percepções que mais nos incomodam são as de nossas mudanças físicas, enquanto deveríamos ter um foco maior em nossas mudanças interiores, aquelas que realmente nos tornam melhores ou piores.

Olhando ali, para o corpo normal de um homem da minha idade, entendi uma coisa importante sobre a vida: mudamos fisicamente e de forma inexorável num corpo que vai sofrendo os efeitos do envelhecimento, mas somos muito mais do que um corpo limitado e assim é que devemos nos ver.

Foto: interne.com.br

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759