Você está aqui: Home » Blogs » Dengue

Dengue

(LEIA NO BLOG DETALHES – MILTON SANTOS, JORNALISTA)>>>

DENGUE ====

A sexta-feira passada foi enfatizado como o “Dia Sem Mosquito”, como incentivo às  ações da campanha “Combate ao Mosquito 2017”. A campanha busca conscientizar a população sobre os riscos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypt e o sofrimento que elas podem trazer.

Porém, é bom salientar que o “dia do mosquito” é todos os dias e a campanha tem que ser permanente. Destrua os locais que sirvam de habitat aos mosquitos.

NATAL

Estamos vivendo o período natalino. Em uma semana a maior data cristã será celebrada. Papai Noel, presentes, confraternização festiva, jantar… É o aniversário de Jesus Cristo, que veio ao mundo para apontar o bom caminho que realiza os homens, individual e socialmente, com paz, amor e compreensão.  Sua presença na História foi grande.

No Natal trocamos mensagens, doamos e recebemos presentes, aplaudimos a presença do bom velhinho barbudo com o seu ô, ô, ô… Mas não podemos esquecer do aniversariante, aquele que nos oportuniza o momento natalino. Assim, o bom cristão não pode esquecer: o aniversariante não passou por uma chaminé para te dar presentes. Passou pela cruz para te dar salvação.

HÁ DÚVIDAS?

Faltando pouco menos de um ano para as eleições presidenciais de 2018, o assunto já toma conta do debate público brasileiro. Nomes conhecidos de políticos já estão na berlinda. Poderão ou não serem indicados e confirmados como candidatos a Presidente da República, mas já estão viajando por aí e se mostrando na mídia nacional.

Temos destaques alguns nomes: Bolsonaro, Alckmin, Marina, Ciro, Joaquim Barbosa, Álvaro Dias e o falastrão Lula, que encabeça os percentuais de pesquisas apesar de estar enrolado judicialmente. Aliás, entendo, se continuarem a dar refresco para Lula, demorando nos julgamentos, vão propiciar sua candidatura. E ele ganha fácil. Duvidam? Agora, entendo também, que só há um nome que poderá ganhar dele. É Sérgio Moro. Este, se candidato for, leva 80% de votos dos brasileiros. Duvidam?

PAPEL NA MÃO

No momento em que os meios de comunicação passam a operar nos sistemas  digitalizados, é grande a perspectiva de sumiço das edições impressas. Aliás, um grande número de jornais e de revistas já encerraram publicações em papel. Mas parece que no Brasil há um suspense nisso.

Pesquisa realizada no país mostra que os hábitos de leitura dos brasileiros têm sido influenciados pelo avanço das mídias digitais, mas ainda prevalece, de forma acentuada, a preferência pelas publicações impressas em segmentos como o de livros, revistas e faturas. Segundo a pesquisa, o Brasil está em terceiro lugar no ranking de 10 países pesquisados, com maior adesão à impressão em papel. Essa posição reflete a confiabilidade que os meios impressos têm para os leitores brasileiros. O consumidor nacional ainda prioriza as publicações impressas e tem uma forte disposição para receber faturas e pagamentos impressos.

EDUCAÇÃO

As escolas da rede estadual de educação do Rio Grande do Sul, a maioria, estiveram fechadas por mais de três meses devido a greve dos professores. Retomado o andamento normal das aulas nesta semana, com certeza pouco poderá ser recuperado pois, segundo se sabe, logo o magistério entrará em período de férias.

Sem entrar no mérito da validade ou não do movimento grevista, avalia-se que no aspecto essencial da educação os prejuízos ficaram com os alunos, os quais tiveram cortados o andamento normal de aprendizagem, fato que, provavelmente, irá refletir-se no andamento de suas vidas no futuro.

Pelo menos aqui em Viamão, esta paralisação das escolas da rede estadual levou os pais a uma corrida em busca de transferência de seus filhos, cursando o Ensino Fundamental, para estabelecimentos da rede municipal. Sabe-se que houve uma corrida em busca de vagas abertas para o ano próximo. Ou seja, os pais não vão arriscar-se a ter seus filhos prejudicados por uma nova greve. Por enquanto a rede municipal de Educação não corre este risco.

Em recente pesquisa, números mostram que em outros estados brasileiros, a migração de alunos das escolas particulares para as públicas registra altas seguidas há alguns anos e em 2018 não será diferente. No Rio Grande do Sul não será assim. Se houver migração é de alunos da rede estadual para a municipal e, em outros casos, em famílias com melhor poder aquisitivo/financeiro, a troca dar-se-á da escola pública para a privada.

Aqui entre nós, no momento, a rede de escolas públicas do município oferece boas condições e alcança destaques. Uma das fases mais importantes alcançadas pelas escolas públicas do município é o incentivo ao engajamento dos alunos ao uso de dispositivos digitais despertando impulso em modernas técnicas de ensino. As notícias, quase que diárias, mostram as nossas escolas municipais participando e tendo destaque em encontros – e até competições – através de seus alunos bem orientados pelos seus professores. Isso dá orgulho aos viamonenses e fortifica a certeza de que aqui em Viamão se aplica uma boa Educação.

Então, não é por acaso que estudantes da rede estadual, fugindo de supostas futuras novas greves, estão migrando para as escolas de Ensino Fundamental do município. Estas, além de lhes oferecerem as vagas, dias inteiros de aulas, sem paralisação de professores, também alinham nos seus conteúdos pedagógicos a modernidade com a utilização de recursos digitais, um mundo que o jovem passa a viver e que será base para o seu futuro.

 

 

 

 

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759