Você está aqui: Home » Capa » Governador Sartori anuncia presídio estadual em Viamão

Governador Sartori anuncia presídio estadual em Viamão

Área escolhida fica próxima ao Autódromo de Tarumã, pertence ao Estado e era utilizada pela extinta Fepagro. Os recursos para construção serão federais e a administração estadual. Obras ainda não têm data para começar

O governador José Ivo Sartori confirmou, na manhã desta segunda-feira, dia 12, a construção de três novos presídios no Estado com capacidade de 924 vagas. O anúncio das medidas para o sistema penitenciário gaúcho ocorreu após reunião com o secretário da Segurança Pública, Cezar Schimer, e prefeitos, em seu gabinete no Palácio Piratini. “Não podemos descansar e nem recuar. O enfrentamento da criminalidade precisa desse esforço diário, constante e concreto. Sempre disse que quando houvesse possibilidade financeira investiria imediatamente em segurança”, frisou o governador.
Presentes na reunião e na coletiva, o prefeito de Viamão, André Pacheco; o vice-prefeito, Valdir Russinho Elias; o secretário Geral de Governo, Nilton Magalhães; o presidente da OAB Viamão, Nilson Pinto da Silva e promotora Anelise Stifelman

Federal em Charqueadas
Sartori confirmou que o Presídio Federal de Segurança Máxima será construído em Charqueadas, pela União. O investimento é de R$ 40 milhões. A unidade terá capacidade para 208 apenados, de alta periculosidade e será instalado a cerca de 100 metros da Penitenciária Modulada Estadual de Charqueadas, em área do município de 25 hectares, próximo a RS-401.

Em Viamão, 430 vagas
O governador anunciou também a construção do Presídio Estadual de Viamão, que será construído em uma área de 10 hectares da Fepagro. Terá capacidade para 430 lugares e custará R$ 24 milhões. Os recursos são federais e já estão depositados nos cofres do Estado. A área fica próxima ao Autódromo de Tarumã, na localidade conhecida como Águas Belas.

Alegrete em licitação
O terceiro será o Presídio Estadual de Alegrete, que está em processo de licitação. O investimento é de R$ 16,5 milhões, R$ 3,3 milhões do Estado e R$ 12,9 milhões da União. Com capacidade para 286 apenados, a unidade será instalada em uma área de 10 hectares, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal.

Centro de Triagem
Sartori afirmou que entre 45 e 60 dias será aberto o segundo Centro de Triagem, com capacidade para 96 detidos, ao custo de R$ 2,9 milhões, com recursos do Estado. O centro será construído em uma área anexa à Cadeia Pública de Porto Alegre, a partir do método construtivo ‘monobloco’, mesma técnica aplicada no Presídio de Canoas.

Previsão
O governador adiantou que ocorrem avanços no segundo semestre, que devem ser formalizados nos próximos dias. Segundo ele, a unidade a ser construída em Bento Gonçalves “servirá de modelo para outras permutas por construção de presídios. A Região Metropolitana receberá mais um presídio com cerca de 400 vagas também com permuta”.
Sobre a Penitenciária Estadual de Canoas, mais uma galeria com cerca de 150 vagas deve ser aberta em 60 dias, que teve seu sistema de esgoto concluído pela Corsan. “É sempre bom lembrar que a Segurança Pública foi a única que recebeu reajuste de 19% no orçamento de 2017. Sem falar no aumento salarial de 31% que estamos honrando no salário dos servidores da Brigada Militar, Polícia Civil e Susepe”, disse Sartori.
O governador afirmou que “até o final deste ano 4 mil novos profissionais terão ingressado na área da Segurança Pública no Estado. Nenhum município do interior ficará descoberto neste processo”.

Força-tarefa
O secretário Cezar Schirmer afirmou que foi montada uma força-tarefa dentro da Secretaria de Segurança Pública para avançar no enfrentamento deste que é o maior desafio da área. “O sistema prisional é onde estão as maiores dificuldades”, admitiu. Schirmer voltou a pedir aos deputados estaduais que apreciem os projetos de lei da Segurança que estão na Assembleia Legislativa. “O governador está aguardando a votação na Assembleia para anunciar o maior concurso da história da Segurança Pública”, enfatizou.

CHARQUEADAS COMEMORA, OPOSIÇÃO CHIA
Imediamente após o anúncio do governador Sartori, começaram as repercussões na internet. Segundo o site Correio do Povo, o prefeito de Charqueadas, Simon Heberle de Souza, comemorou a escolha do município para sediar uma penitenciária federal. “A cidade vinha se articulando e se preparando nesse pleito e conseguimos o objetivo. Um presídio federal traz algo de bom para a sociedade”, afirmou.
Para ele é um bom investimento em tempos de crise, além de aumentar a segurança pública na região. “É um belo empreendimento”, sintetizou, referindo-se inclusive à movimentação econômica que vai gerar no município.
Os vereadores de oposição cobram do governo estadual a vinda de mais hospitais, equipamentos e outros benefícios. Segundo Guto Lopes (PSOL), “o prefeito André está com moral junto ao governador e deveria pedir mais brigadianos, médicos e máquinas paras as estradas”.
O vereador Francinei Bonatto (PSDB) defende uma contrapartida que possibilite a formação e custeio de uma Guarda Municipal armada, para auxiliar a Brigada Militar nas ações de segurança de Viamão.

Comentários (1)

  • Maristela Lima de Aquino

    CORTES NA EDUCAÇÃO …INVESTIMENTOS DE MILHÕES EM PRESÍDIOS …REVOLTANTE TER QUE ASSISTIR TAMANHA ABERRAÇÃO !!!
    UMA VERGONHA…..

    Responder

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759