Você está aqui: Home » Blogs » (Opinião) Viver em Queda Livre

(Opinião) Viver em Queda Livre

queda livreViver é percorrer pelas estradas conhecidas, os caminhos mais inéditos, as maiores surpresas. É estar em constante mutação dentro do contexto da repetitividade, é preparar-se para o inusitado, repetir os esmos fatos já havidos, enfim, é andar pelo caminho que se desenha com o próprio caminhar.

Existe uma forma engraçada de falar sobre a vida que compara viver com a experiência de alguém que cai do quinquagésimo andar de um edifício e, como no meu caso, quando está despencando e passando pelo vigésimo, alguém que está na janela pergunta:

– E aí, como é que está?

E só me resta dizer:

– Até aqui tudo bem, só emoção e friozinho na barriga.

A nossa queda livre nesta passagem nos prende a vontades de conquista, desejos de glória e necessidades de consumo material, mas somos sempre os que dão mais valor às nossas conquistas afetivas, nosso ganho de sentimentos, nosso crescimento como seres. Quando digo nós, não me refiro a todas as pessoas, estou falando dos que encontraram uma razão maior para tudo e dedicam em seus sentimentos, uns pelos outros, o melhor de si.

Estamos, sim, em queda livre. Não como quem vai perdendo um pouco de vida a cada passo, mas como quem desbrava um novo espaço em cada momento subsequente destes acontecimentos.

Aprendi que viver é estar em queda livre, o que nos primeiros momentos me trouxe medo e apreensão, mas que hoje me faz entender melhor minha passagem por aqui e minhas verdadeiras conquistas que são o amor e o carinho dos que me cercam.

Vamos lá! Sinta-se em queda livre e vá aprendendo a viver cada momento como muito especial e absorvendo cada gesto de carinho recebido como único.

Atire-se com tudo e deixe o medo percorrer seu espaço e se esgotar em si mesmo.

Foto: kboing.com.br

Comentários (1)

  • Neuza Pinto Nissen

    Depois de ter vivido quase sessenta anos, percebi que caminho no fio da navalha, quando supero as dificuldades dia após dia, na luta pela sobrevivência de quem amo. É uma orquestra de sentimentos regendo meus passos. Foi nesta nova estrada que encontrei um caminho, a poesia e a humanidade, vertem lindos frutos! O que levamos desta vida é o que vivemos intensamente. Seria maravilhoso se todos pudessem ouvir a melodia do amor, da solidariedade e assim vencer suas dificuldades. Um abraço.

    Responder

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759