Você está aqui: Home » Blogs » Blog do Leitor » OUTROS CARNAVAIS

OUTROS CARNAVAIS

(LEIA NO BLOG DO LEITOR)>>>>>

ROBERTO FISSMER – PROFESSOR ====

OUTROS CARNAVAIS

Numa recente enquete desenvolvida durante a exibição de um programa de televisão, os espectadores foram convidados a opinar a respeito da conveniência da realização de eventos carnavalescos, patrocinados com recursos públicos, neste momento de profunda crise enfrentada por estados e municípios país afora.
Ao final da breve pesquisa, 29% dos participantes manifestaram-se em defesa,  apresentando como principais argumentos os aspectos culturais – trata-se, sem nenhuma margem para dúvidas,da mais relevante festividade do Brasil reconhecida até no exterior -; e financeiros, observando que muitas entidades e pessoas sobrevivem notadamente graças a esses folguedos – fazem girar a roda da economia, movimentando a indústria, o comércio e o setor de serviços,  gerando postos de  trabalho, renda e, consequentemente, aumentando a arrecadação de tributos. Enquanto que, 71% posicionaram-se  opostos, visto que diante do quadro dramático em que se encontram as áreas da saúde, segurança e educação os escassos valores disponíveis deveriam ser direcionados prioritariamente para esses campos.
Não seria de se estranhar caso muitos brasileiros que tinham visões favoráveis à Copa do Mundo, em 2014, e às Olimpíadas, em 2016, embora reconhecendo que foram espetáculos maravilhosos, hoje estivessem contra a realização desses megaeventos em nosso país, face ao que estamos amargando em termos de carências orçamentárias para atender às necessidades básicas especialmente da  população mais humilde.
Passamos por uma fase extremamente delicada justamente pela falta de responsabilidade de governantes que realizaram despesas muito além da capacidade de arrecadação de receitas, contraindo empréstimos comprometedores e, pior, desdenhando das reais aspirações da maioria dos cidadãos. Agradar aos eleitores atolando-se em dívidas na busca da manutenção do poder, é exatamente o que nos levou ao atual patamar de penúria em que a excessiva carga tributária já não se mostra suficiente para atender sequer ao que de mais elementar preceitua a legislação. Não é admissível que nossos políticos insistam nesse enredo fantasioso,  mascarando através de artifícios diversos a caótica situação  das finanças. Preparemo-nos para outros carnavais, em que o reinado de Momo se faça sem tanto brilho, como ocorria no passado, nas décadas de 50 e 60, por exemplo, em que os maiores desfiles no Rio Grande do Sul se davam animadamente na avenida Borges de Medeiros, em Porto Alegre, ainda que com menos ostentação porém empolgando igualmente os foliões.
Comemoremos sem pirotecnias feitas com o suado dinheiro dos contribuintes.

Retalhos de cetim

“Ensaiei meu samba o ano inteiro,
Comprei surdo e tamborim,
Gastei tudo em fantasia,
Era só o que eu queria
E ela jurou desfilar pra mim.

Minha escola estava tão bonita,
Era tudo o que eu queria ver,
Em retalhos de cetim
Eu dormi o ano inteiro
E ela jurou desfilar pra mim.

Mas chegou o carnaval,
E ela não desfilou,
Eu chorei, na avenida eu chorei,
Não pensei que mentia a cabrocha que eu tanto amei.”

Compositor e intérprete: Benito di Paula (1973)

 

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759