Você está aqui: Home » Capa » Tatuagem se populariza e ganha corpos e ruas de Viamão

Tatuagem se populariza e ganha corpos e ruas de Viamão

Ao longo de toda a história da tatuagem, os desenhos gravados no corpo sempre geraram polêmica e, em alguns casos foram recebidos com preconceito. Atualmente, as pessoas que carregam imagens na pele não pertencem mais a um determinado grupo. Os desenhos são os mais variados e servem como uma forma de expressão individual.

Reportagem: Eniéderson Miranda

 

Você certamente conhece alguém que tem um desenho gravado na pele. Ou é você que tem uma tattoo? Usadas para marcar um momento importante, fazer uma homenagem ou simplesmente para embelezar o corpo, as tatuagens têm suas origens muito antes de Cristo. Com o passar do tempo e dos acontecimentos históricos, os estilos de tatuagem foram mudando, assim como o público adepto a carregar esse tipo de arte na pele.
Criado há 4 anos em Viamão, o Old Ink Tattoo é um dos estúdios de tatuagem mais requisitados de Viamão. Dezenas de clientes passam por semana no Centro de Viamão, em cima da Multisom, onde o serviço funciona desde janeiro de 2016.
O tatuador Pedro Muller, 27, criador da Old Ink Tattoo, tem cerca de 4 mil seguidores no Instagram e 6 mil likes no Facebook da empresa. Os trabalhos realizados por Pedro e pelo tatuador Eduardo Lunardi, chamam a atenção de pessoas de diversas cidades do país, que vem até Viamão em busca dos seus trabalhos, que destacam-se pelo realismo e detalhes apresentados nas tatuagens.
Pedro começou a se interessar pelo desenho desde a infância, vendo os seus irmãos que se tatuavam dentro em casa “na escola eu fazia tatuagens de canetinha nos meus colegas e ganhava o dinheiro do lanche”, afirma o tatuador. Em meio a correria do dia-a-dia, emprego e faculdade, ele decidiu aos 21 anos fazer a sua primeira tatuagem “Desde que eu coloquei meus pés em um estúdio, eu me apaixonei. Tive a certeza que era o que eu queria pra minha vida.”
Com a rotina de trabalho de terça à sábado, das 10h até às 19h30, Pedro não sabe exatamente quantas pessoas possuem o seu traço na pele, porém, acredita que o número já está na casa das centenas. Existe no estúdio uma parede com alguns decalques de clientes que já tatuaram no estúdio, ele acredita que nessa parede não tenha 1% dos clientes tatuados. Os valores das tatuagens são em média de 150 até 600 reais, dependendo do modelo, o valor pode ser maior.
Com dezenas de tatuagens espalhadas por todo o corpo, Pedro acredita que todas elas tem um significado especial. Perguntando sobre preconceito, o tatuador relata: “Não dou bola para esse tipo de coisa, nunca pensei em preconceito. Se já sofri? Não sei dizer. Que me afeta-se? Nunca! Peguei uma época boa para a tatuagem, com certeza há alguns anos atrás era bem pior. Eu acho que se estou em algum lugar que vão me julgar pela minha pele, eu não devo estar lá”, afirma Pedro.
“Sou novo no ramo, e estou no estado onde se encontra os melhores tatuadores do brasil. Aqui as convenções de tatuadores são de um nível altíssimo!”, relata Pedro que já participou de duas convenções. O estúdio da Old Ink é localizado na Avenida Coronel Marcos de andrade, nº 375, Centro, em frente à Prefeitura de Viamão. O ambiente é decorado e oferece café, cerveja, música, internet e até videogame, tudo isso para ter um atendimento diferenciado, a fim de tornar o ambiente mais descontraído e agregar valor ao serviço. 

 

A tatuagem nos dias de hoje

Em 1891, o inventor americano Samuel O’Reilly patenteou a primeira máquina elétrica de tatuagem do mundo, deixando para trás as ferramentas tradicionalmente utilizadas no Ocidente. Nos anos seguintes, a tatuagem ficou marcada como uma forma de expressão de grupos de contracultura, marinheiros e veteranos da Segunda Guerra Mundial.
Ao longo de toda a história da tatuagem, os desenhos gravados no corpo sempre geraram polêmica e, em alguns casos foram recebidos com preconceito. Atualmente, as pessoas que carregam imagens na pele não pertencem mais a um determinado grupo. Os desenhos são os mais variados e servem como uma forma de expressão individual.
A popularização da prática da tatuagem pode ser vista em feiras e convenções que são regularmente organizadas em diversos países e reúnem um público bastante eclético que tem como único ponto em comum o interesse pelos desenhos gravados na pele.

 

Quais são as origens da tatuagem?

O registro mais antigo de uma tatuagem foi descoberto em 1991 no cadáver congelado de um homem da Idade do Cobre. Os restos mortais do homem, que foi apelidado pelos cientistas de “Ötzi”, datam de 3.300 anos antes de Cristo. Em seu corpo foram encontradas diversas linhas na região das costas, tornozelos, punhos, joelhos e pés. Supõe-se que os desenhos tenham sido criados a partir da fricção de carvão em cortes verticais feitos na pele.
Depois de estudar o corpo, exames de raio X revelaram degenerações ósseas ao lado de cada uma das tatuagens. Isso levou os cientistas a acreditar que o povo de Ötzi – que são os ancestrais de parte dos europeus – utilizasse os desenhos como uma espécie de tratamento médico para diminuir a dor.
Com o desenvolvimento das civilizações, as tatuagens ganharam outros significados. De acordo com o National Geographic, as mulheres que dançavam nos funerais egípcios por volta de 2000 antes de Cristo tinham os mesmos desenhos abstratos de traços e pontos encontrados em múmias do sexo feminino desse período. Mais tarde, nota-se também o surgimento de tatuagens que representavam Bes, a deusa egípcia da fertilidade e da proteção dos lares.

 

Confira 8 dicas para quem vai fazer uma tatuagem:

Fazer uma tatuagem é uma decisão realmente importante, principalmente se for a sua primeira, uma vez que elas ficarão com você para o resto da vida. Portanto, é preciso ter certeza do que está fazendo para não se arrepender. Conversamos com alguns tatuadores da cidade, e eles deram algumas dicas, confira:

1. Faça uma pesquisa para escolher o desenho e o artista
Primeiro de tudo, não tenha pressa. Tenha absoluta certeza de que o desenho que você quer colocar no corpo será agradável para o resto da sua vida. Você não tem um prazo para fazer uma tatuagem. Se não estiver certo, pense mais um pouco e leve o tempo que for necessário para se decidir.
Na hora de escolher um tatuador, leve em consideração que geralmente o artista tem um estilo no qual se especializa, portanto, não é aconselhável pedir para fazer uma tatuagem fotorrealista para alguém especialista em old school. Se tiver dúvidas quanto a isso, marque uma conversa com o tatuador para esclarecer tudo.
2. Pense bastante na parte do corpo que será tatuada
Dois fatores devem ser levados em consideração na hora de escolher a parte do corpo que você terá a tatuagem. Primeiro, o quão visível vai estar a tattoo? Hoje, apesar da sociedade aceitar muito mais esse tipo de arte, ainda existe um enorme preconceito envolvido. Tenha em mente que dependendo do local escolhido para ter uma tatuagem, algumas portas podem se fechar para você profissionalmente ou dificultar bastante a sua vida. Segundo, existe a questão anatômica. Alguns desenhos ficam melhores em certas partes do corpo, enquanto outros não acompanham muito bem determinadas áreas. A melhor pessoa para lhe orientar nessa questão é o seu tatuador.
3. Esteja alimentado e hidratado no dia da tatuagem
Se alimente apropriadamente antes de ir fazer a tatuagem e não se esqueça de estar hidratado; tenha certeza de beber bastante água no dia (e se possível no dia anterior). Isso vai aliviar um pouco a dor e facilitar o processo da tinta na pele. Não tome bebidas alcoólicas ou qualquer tipo de droga, antes ou durante a sessão.
4. Não leve sua galera para o estúdio
Levar um amigo para segurar sua mão é completamente aceitável. Mais do que isso é constrangedor e mal-educado. De qualquer forma, tenha certeza de perguntar antes se é possível levar um acompanhante, lembrando também que, na maioria dos estúdios a presença de crianças não é permitida.
5. Tenha uma boa foto de referência
Tenha em mãos uma boa foto de referência (ou algumas) do que você quer tatuado, de preferência em alta qualidade. Alguns artistas vão pegar essa referência antes e preparar seu desenho, outros serão feitos na hora. Portanto, o máximo que você puder passar de referências, melhor. E o mais importante: nunca, jamais peça para o tatuador copiar um desenho de outra pessoa.

 

6. Verifique o stencil, posicionamento no corpo e ortografia
Quando ver o desenho pronto, verifique cada detalhe e tire todas as suas dúvidas com o tatuador. Se não estiver certo de algo, questione. Após aplicado o stencil, veja se a posição está boa no corpo. É melhor perder alguns minutos refazendo do que ficar com uma tatuagem mal posicionada para sempre. Se tiver frases envolvidas no desenho, verifique corretamente a ortografia. Você não vai ferir os sentimentos de ninguém se algo estiver errado.
7. Esteja preparado para sentir dor. Sim, tatuagem dói!
Por mais óbvio que pareça, algumas pessoas não sabem disso. Essa dor é variável de pessoa para pessoa, além de depender da parte do corpo. Como regra geral, costelas, pés, mãos, cabeça e espinha são os locais de dor mais intensa. Quando estiver fazendo a tatuagem não tenha vergonha de pedir uma pausa se estiver sentindo muita dor. Ninguém quer um cliente desmaiado.
8. Cuide da sua tatuagem depois de sair do estúdio
O passo mais importante para a vida longa da sua tatuagem são os cuidados posteriores. Diferentes tatuadores darão dicas mais específicas, mas como regra geral, é necessário evitar sol e banhos de mergulho durante as duas ou três primeiras semanas. Mantenha a tattoo sempre hidratada e limpa durante a cicatrização.

tatuagem1

 

 

Eduardo Lunardi7 estudio2 lunardi4 pedro muller1 tatuagem3 tatuagem4 tatuagem5 Eduardo Lunardi1 Eduardo Lunardi2 Eduardo Lunardi5

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 137, sala 206 - Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 3485-1313.