Você está aqui: Home » Capa » A triste rotina de “apagão” na Santa Isabel

A triste rotina de “apagão” na Santa Isabel

Nos últimos dois meses, moradores sofrem a falta de luz no quarto distrito. Comunidade promete bloquear rua se a situação não for resolvida

A triste rotina de apagão na Santa IsabelFinalmente chega às 18h. É hora de ir para casa e relaxar, certo? Não para os moradores da rua Monte Carlo, na Santa Isabel (Vila Diamantina). É justamente nessa hora que começam as maiores dores de cabeça da comunidade local. Há cerca de dois meses a rotina é a mesma. A falta de luz é presença marcante na rua, assim como a falta de providências dos responsáveis.

Morador da localidade há 12 anos, Josué Ezequiel da Silveira já perdeu as contas das vezes que buscam auxílio junto a CEEE. “Eu e diversos vizinhos ligamos e nos disseram que não poderiam fazer nada. Nos indicaram a buscar a AGERGS e reclamar”, protesta ele, fazendo alusão a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS.

Conforme ele, a atendente do 0800 da companhia afirma que os problemas são decorrência dos chamados “gatos” – ligações clandestinas de luz –  realizados nos arredores. “Sabemos que existem duas áreas invadidas aqui perto, mas nós não temos nada com isso. Não fizemos ‘gato’ e apenas queremos a luz, afinal, pagamos a conta todos os meses”, completa Josué.

Não bastasse o fato de interferir na rotina das famílias, a falta de energia complica, também, o desempenho profissional dos moradores. Proprietária de uma casa que cuida de crianças, Joyce Oliveira relata as dificuldades: “É muito difícil. Muitos crianças não querem jantar por medo do escuro, dificulta a hora do banho. A situação está horrível. Já chegamos a ficar 24 horas sem luz aqui. Não aguentamos mais isso”, destacou.

Protesto agendado

Segundo Josué Ezequiel, os moradores já estão organizando um protesto caso a CEEE não resolva a situação: “Estamos As fotos são apenas ilustrações e não dizem respeito a rua citada na matériatodos mobilizados. Se a falta de luz permanecer, iremos bloquear a rua e faremos muito barulho até que o problema seja resolvido”, promete, dizendo que o ato, caso seja realizado, ocorrerá de maneira ordeira e pacífica. 

Saiba mais

 

  • O corte no fornecimento de energia ocorre por volta das 18h e retorna somente entre 22h e 2h;
  • Além dos prejuízos relatados, alguns moradores queixam-se que a situação tem causado danos financeiros:
  •  Neste sentido, uma moradora afirma que está “prestes” a perder a geladeira, devido ao acende-apaga do equipamento;
  • Em outro caso, um vizinho reclama que  o problema foi  responsável pela queima de seu televisor.
Fotos: g1.globo.com, jornalisandossa.blogspot e clicrbs.com.br
OBS: As fotos são apenas ilustrações e não dizem respeito a rua citada na matéria

Comentários (1)

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759