Você está aqui: Home » Capa » Envelheço na Cidade

Envelheço na Cidade

(CRÔNICA DE PANO TERRA)====

Chegamos ao dia 8 de abril. Como na canção do U2, “Beatiful Day”, um lindo dia. Acontecem várias coisas interessantes neste dia. Na China e no Japão comemoram-se, respectivamente, Dia da Deusa do Fogo (interessante…) e o Festival das Flores. Nada haver com a deprimente Festa das Cores do último domingo em plena praça da igreja (essas crianças não têm pais? O que vocês andam ensinando para essas crianças? Que vergonha!). Em 8 de abril comemora-se o aniversário da bela cidade de Santo André, no ABDC paulista, a única cidade razoável da região. São Bernardo, São Caetano e Diadema são umas bostas. Em Santo André assassinaram o prefeito Celso Daniel, crime que agora cai nas mãos do juiz Sérgio Moro para investigação. Calafrios nas hostes petistas. Isso foi em 2002. De lá para cá se desnudou o quão corrupto, podre e criminoso é o Partido do Tríplex. Nos enganaram direitinho, mas agora…

Hoje é o 99º dia do ano e agora só faltam 267 dias para findar 2016. Dois imperadores foram assassinados nesse dia: o romano Caracala, em 217 d.C., e o francês Cariberto, em 632 d.C.. Também nesse dia foram ungidos dois papas: Urbano VI, em 1378, e Calisto III, em 1455. No 8 de abril de 1946 foi criada, pelo então presidente eleito Marechal Eurico Gaspar Dutra, a Universidade Federal da Bahia (ué, não foi o PT? Achei que elles tinham criado tudo e que nem tinha Brasil antes…). Reza a lenda que no 8º dia do 4º mês lunar chinês nasceu Sidartha Gautama, que vem a ser, nada mais nada menos, que Buda, fundador do Budismo. Há 2.500 anos. Buda teria vivido até os 80 anos.  O genial pintor espanhol Pablo Picasso morreu em 8 de abril de 1973 aos 91 anos. Entre os aniversariantes ilustres de hoje se destacam o filho de John Lennon, Julian (53 anos), e o filho do Sílvio Boca, este que vos escreve a 49ª coluna aos 49 anos.

Nos últimos dias andei cismado com essa coisa de aniversário, o tal inferno astral no período que antecedia a data. Problemas no trabalho, irritadiço, fui assaltado e atropelado em um intervalo de poucos dias, o Grêmio vencendo, uma estranha alergia nos cotovelos… Minha mulher disse que é crise de meia idade. A tal da metanoia. A confrontação com a ideia que somos finitos e já estamos na última volta do ponteiro. Segundo médicos, é um dos processos mais desestruturantes que um homem pode passar. Segundo o psicanalista Eduardo Moreira, “a sensação é a de que quando se descobre as respostas, a vida mudou as perguntas”. E continua: “É comum, após a crise passar, sentir-se muito mais alinhado com você mesmo. Por mais sofrida que seja, essa crise pode levá-lo ao lugar em que você deveria estar. É um processo necessário e eu diria que passar por ele é um privilégio”. A astróloga Graziela Marraccini diz para esperar passar o aniversário e dar o pontapé inicial aos novos projetos. Assim o farei!

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759