Você está aqui: Home » Capa » Mais de 800 jovens maristas repensam seu papel na sociedade

Mais de 800 jovens maristas repensam seu papel na sociedade

Pesquisa realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, divulgada em outubro, apontou que 70% das crianças e adolescentes brasileiros estão nas redes sociais. A presença considerada, por vezes, excessiva vem chamando a atenção de famílias e educadores. E se esse tempo na internet fosse utilizado para o engajamento de adolescentes e jovens em causas positivas? E se por meio dessas mídias eles exercessem seu poder de liderança e protagonismo? Estas são algumas das provocações que irão pautar conversas e dinâmicas com mais de 800 estudantes que estarão presentes no Encontro de Jovens Maristas, que acontece neste sábado, 20/10, no Colégio Marista Champagnat, em Porto Alegre.

De Viamão, um grupo de 12 alunos do Instituto Marista Graças vai participar do evento. São jovens que integram a Pastoral Juvenil Marista, grupo que reúne estudantes do colégio e tem como objetivo a formação de lideranças por meio da socialização, da construção da consciência crítica e da vivência da espiritualidade cristã.

A programação do encontro pretende motivar os estudantes a pensar sobre o seu papel na comunidade por meio de diversos temas, alguns que costumam ser problemáticos nessa faixa etária. Serão mais de 15 oficinas diferentes realizadas durante toda a tarde de sábado.

A discussão sobre o uso das redes sociais é assunto da oficina de Comunicação. Outras duas oficinas também se destacam pela pertinência dos assuntos: a oficina sobre os efeitos neurológicos das drogas, que vai abordar de que forma o uso pode afetar a aprendizagem e também o papel preventivo e de conscientização que o próprio jovem pode exercer entre os amigos; e a oficina sobre a preservação da vida no trânsito a ser realizada em parceria com o programa Vida Urgente, da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga.

A oficina de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) também promete ser uma das mais procuradas. A proposta é ensinar os jovens a se comunicar nesta linguagem, além de conversar sobre o papel do jovem diante dos desafios da inclusão, especialmente de pessoas com deficiência.

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759