Você está aqui: Home » Capa » Projeto Reciclo-Óleo intensifica campanha a favor da vida

Projeto Reciclo-Óleo intensifica campanha a favor da vida

GEDSC DIGITAL CAMERANo dia 19 de maio, a convite do Pastor Julio Cesar Rosa de Oliveira, o Grupo de Extensão e Pesquisa Reciclo-Óleo, da ULBRA campus Gravataí, palestrou para aproximadamente 40 membros da Comunidade Batista Nacional de Gravataí. No dia 24 de maio foi realizada palestra e oficina para o Grupo da Terceira Idade do campus da ULBRA Gravataí.

Já na manhã do dia 05 de junho foi realizada palestra para a turma 71 da E.E.E.M. Profª Célia Flores Lavra Pinto, na Lomba da Tarumã, em Viamão e, na parte da noite, foi realizada uma banca, com amostras dos produtos e panfletos informativos, no Debate sobre Alimentos Adulterados, na ULBRA campus Gravataí.

No dia 07 de junho, a convite da vice-diretora Magda Mello, novamente em Viamão, houve palestra e oficina para as séries inicias, professores e funcionários da E.M.E.F. Guerreiro Lima, no Cocão, em Viamão. Na manhã do dia 11 de junho, a oficina foi com os alunos e os funcionários da E.E.E.M. Profª Célia Flores Lavra Pinto  e à tarde palestra para os funcionários do Hospital Dom João Becker, em Gravataí.

Do dia 24 àa 29 de junho, houve a participação na III Mostra de Extensão da ULBRA campus Gravataí. A palestra chamou a atenção para aquilo que acontece com o nosso organismo quando há o excesso de consumo de alimentos ricos em gordura e de alimentos fritos em óleo. Isto traz muitos prejuízos à saúde, como obesidade, aumento de colesterol, triglicerídeos e da glicemia.Quando o óleo é usado várias vezes ele se oxida e torna-se um grande vilão à saúde. Os danos à saúde a partir do uso destes alimentos levam à formação de placas de ateromas nos vasos sanguíneos, bloqueando a passagem de sangue e isso pode levar ao acidente vascular cerebral (AVC), trombose, infarto do miocárdio e tantos outros. Assim o óleo para a fritura deve ser usado apenas uma vez e quanto menos melhor.

A partir disso, mostra-se que os efeitos do descarte incorreto também compromete a saúde da natureza trazendo grandes prejuízos ambientais, que vão desde o entupimento da rede de esgoto das casas e das cidades levando a prejuízos ambientais e financeiros tanto ao cidadãos como para o próprio  município.

O óleo ao ser despejado diretamente na terra impermeabiliza-a e, com isso, a água não penetra, tornando o solo não produtivo. Ao ser descartado no lixo comum, ao se decompor, promove o efeito estufa que aumenta o aquecimento global e ao ser levado do esgoto para os rios, faz com que a vida naquele rio acabe morrendo por falta de oxigênio, pois o óleo forma uma barreira para a vida aquática.

Assim o grupo Reciclo-Óleo promove a responsabilidade e consciência ambiental, a partir de atitudes corretas. O projeto ensina como fazer o descarte correto do óleo residual, a reciclagem deste resíduo, transformando-o em sabão sólido e detergente líquido e que auxilia as comunidades a montar o seu ponto de coleta e como encaminhar o excedente do óleo arrecadado. Para isso o projeto tem parceria com empresa de coleta de óleo residual (devidamente registrada) que o encaminha para empresa de produção de biodiesel.

Os acadêmicos do curso de Biologia da ULBRA Gravataí, Caroline Soster, Fábio Renê Klagenberg Mendes e Patrícia Weissheimer,  participam ativamente do projeto e são coordenados pela Profª. Drª. Maria Isabel Morgan Martins.

 

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759