Você está aqui: Home » Capa » Termina hoje a campanha de vacinação contra a pólio

Termina hoje a campanha de vacinação contra a pólio

Todas as crianças menores de 5 anos devem tomar as duas gotinhas contra a paralisia infantil. Quase 13 milhões já foram vacinadas. >>> Em Viamão, a vacinação ocorre nos postos de saúde do município até às 17h de hoje

>>> Em Viamão, a vacinação ocorre nos postos de saúde do município até às 17h de hojeTermina nesta sexta-feira, 6, em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. Das 14,1 milhões de crianças que formam o público alvo, quase 13 milhões já foram imunizadas. O número representa 91,65% de todos os menores de até 4 anos, 11 meses e 29 dias. Pais e responsáveis têm até o final da tarde de hoje para levar suas crianças aos  postos de vacinação de todo o país.

O desempenho por grupo de idade, até o momento, foi melhor entre os menores de um ano de idade, atingindo 97,86%, o que representa mais de 2,8 milhões de crianças. Santa Catarina, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná já superaram a meta de vacinação. Os estados e municípios que não conseguirem atingir a cobertura vacinal ideal, devem avaliar a necessidade de continuar a vacinação até cumprirem a meta proposta pelo Ministério da Saúde, que é de 95% de cobertura.

A campanha segue em ritmo satisfatório segundo a avaliação da coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Carla Domingues. Mesmo assim, ela reforça a necessidade de manter  a alta cobertura vacinal que ajudou a erradicar a doença no Brasil.

O Ministério da Saúde repassou 21,2 milhões de doses da vacina para as secretarias estaduais e municipais de saúde. Além disso, o Ministério da Saúde também repassou R$ 37,2 milhões, por meio do Fundo Nacional de Saúde aos fundos dos estados e dos municípios para operacionalização das campanhas.

Saiba mais

O último caso da doença no país foi registrado em 1989, na Paraíba. Em 1994, o país recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de eliminação da doença. Embora não haja circulação do vírus no Brasil, neste ano, 16 países registraram casos de paralisia infantil e, em três deles, a doença é endêmica: Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Por isso, para evitar a reintrodução do vírus no Brasil, é fundamental a manutenção da vacinação.

A aplicação das gotinhas tem como objetivo manter o Brasil na condição de país certificado internacionalmente para a erradicação da poliomielite, estabelecendo proteção coletiva com a vacinação de todas as crianças menores de cinco anos no mesmo período. Esta estratégia também permite a disseminação do vírus vacinal no meio ambiente, ajudando a criar a imunidade de grupo. É importante ressaltar que não existe tratamento para a pólio, apenas a prevenção por meio da vacina.

Fonte: Divulgação

Fotos: arquivo CR

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759