Você está aqui: Home » Capa » UPA 24 horas depende da suplementação da Câmara

UPA 24 horas depende da suplementação da Câmara

UPA 24 horas depende da suplementação da Câmara de Vereadores  O prefeito Alex Boscaini e a secretária municipal de Saúde, Indianara Franco, estiveram reunidos na desta terça-feira (27) com o chefe de Prestação de Contas da Divisão de Convênios e Gestão (Dicon) do Estado, Eduardo Xavier da Costa, e a consultora do Ministério da Saúde (MS), Lydia Leonhardt. O objetivo dos técnicos é coletar informações para elaboração de diagnóstico da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas que será construída em Viamão.

Segundo o prefeito, a reunião visou a consolidação do que foi dito há seis meses, ou seja, a contemplação do município com uma UPA do governo federal. “Agora a comunidade terá mais um serviço de saúde 24 horas. Só estamos esperando a aprovação da suplementação de verba, enviada à Câmara de Vereadores no dia 4 de setembro”, completa Boscaini. “Estamos atualizando o cadastro e vistoriando o local da construção. A cada passo dado, é liberada uma parcela dos recursos. A primeira, para elaboração do projeto, já foi liberada”, disse o chefe do Dicon.

Conforme a secretária Indianara, essa segunda parcela dos recursos é a maior, ou seja, 80% do valor. “É destinada à construção do prédio. A primeira foi de R$ 260 mil. Está tudo aprovado, só estamos esperando a suplementação de recursos, para dar seguimento ao projeto.”

Saiba mais

Desde 2011, o governo municipal buscava conquistar a UPA, que é de porte III, e terá estrutura física de 1.300 metros quadrados, atendendo até 450 pacientes por dia. Esse modelo contempla ainda 15 leitos de observação, além de sala de estabilização e colocação de gesso.

“A UPA passará a atender a pacientes acidentados, além do Instituto de Cardiologia Hospital de Viamão. Esta conquista é de todos nós que acreditamos no Sistema Único de Saúde e na qualidade de atendimento à população. Estamos investindo 18% do orçamento na saúde, mais que o preconizado pelo governo federal (15%)”, finaliza Boscaini.
A UPA será instalada no terreno ao lado da escola estadual Orieta, cedido pelo Estado por 20 anos. Serão investidos R$ 2,6 milhões para a construção da edificação e aquisição de equipamentos e mobiliário. A previsão para construção do prédio é de 18 meses.

Fonte: Dpt° Com. Social Prefa. Viamão

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759