Você está aqui: Home » Capa » Vereador cobra a responsabilidade pelo saneamento no município

Vereador cobra a responsabilidade pelo saneamento no município

NADIMO vereador Nadim Harfouche (PP) quer saber quem realmente é responsável pela fiscalização e pela realização de ações relacionadas ao saneamento do município. Esta semana Nadim questionou a bancada governista e cobrou um posicionamento referente ao tema, uma vez que a prefeitura está cobrando dos moradores a instalação de fossa, filtro e sumidouro, principalmente nas regiões da Querência, Jardim Krahe e Jardim Lisboa.

“Essa Casa, há cerca de cinco anos, autorizou o convênio com a Corsan que ficaria responsável pelo saneamento em nossa cidade. Abriram muitos buracos e até agora nenhum metro de rede de esgotos foi ligado. E agora a prefeitura cobra dos moradores uma solução. Mas a despesa fica por conta de quem?”, indagou Nadim.

Segundo o vereador, fiscais da Prefeitura estão cobrando dos moradores a instalação de equipamento de esgotamento residencial. O proprietário tem que mostrar aos agentes públicos a localização da fossa, filtro e sumidouro, e quando estes equipamentos não existem cobram a instalação dos mesmos. “Para quê cobrar estes equipamentos que não são baratos, se a Corsan vai passar com a rede em frente às residências e seremos obrigados a ligar nossas redes cloacais na rede pública? Deveria é cobrar da Corsan o porquê do atraso na conclusão dos serviços”, defendeu.

Nadim também lembrou que na época da aprovação da parceria da Prefeitura com a Corsan, uma emenda dos vereadores determinava que a taxa de esgoto não deveria ser maior do que 50% da taxa de consumo de água, mas o prefeito, através de uma ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) derrubou a emenda, fixando o valor da taxa de esgoto em 70% da conta de água, porque a redução do índice poderia inviabilizar a implantação do sistema de esgoto. “Pois já que a taxa será de 70% e isso não vai inviabilizar o projeto, que cobrem da Corsan o compromisso de implantar a rede de esgoto, e não obriguem os moradores a mais uma despesa, que é a instalação de fossa, filtro e sumidouro”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa Câmara de Viamão

Fotos: arquivo CR

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759