Você está aqui: Home » Capa » Vereadores descartam hipótese de racismo

Vereadores descartam hipótese de racismo

CAMARA RACISMOO vereador Carlos Bennech (PMDB), membro da Comissão Permanente de Defesa da Criança, do Adolescente, das Minorias e dos Direitos Humanos, adiantou alguns pontos que serão registrados no relatório que a comissão apresentará aos vereadores sobre a suspeita de discriminação racial que teriam sido vítimas as famílias que foram transferidas de uma área pública municipal para lotes no Jardim Fiúza, há cerca de vinte dias.

“Infelizmente, as casas onde as famílias se encontram agora não possuem as condições adequadas. Foram entregues para a atual administração sem água e sem luz. Saneamento não existe. A energia elétrica e a água já foram ligadas e as famílias, sem outra opção, aceitaram as condições que as casas se encontram. Quanto à possível discriminação, conversamos com os moradores e com a Prefeitura e parece que não ocorreu”, explica Bennech.

A comissão também se reuniu com o prefeito Valdir Bonatto e com a moradora que teria sido favorecida com a permanência no terreno invadido por mais 15 dias e esta explicou que não saiu porque desde o início recusou a mudança para as casas que a Prefeitura forneceu. “Ela alega que a administração anterior não honrou com o que foi acertado no início e que optou por se mudar para um terreno da sua irmã e por isso pediu um prazo maior. Tudo isso vai constar no nosso relatório”, acrescentou Carlos Bennech.

A comissão, que é presidida pelo vereador Augusto Giraudo (PSOL) e conta ainda com o vereador Silvio Roberto Streit Jr., o Guguzinho (PTB), esteve no local onde foram reassentadas as famílias para apurar os fatos e conferir as condições em que estas famílias se encontram.

Foto: Comunicação Câmara de Vereadores de Viamão

Deixe um comentário

Jornal Correio Rural de Viamão | Rua Marechal Deodoro, 274, Centro, Viamão/RS | Fones: (51) 99430-5151, 98529-8759